Expert on Aline Samy? She needs your help. Add biography, facts, photos, videos along with any other details about Aline Samy, like tattoos, hook-ups or relationships.

Aline Samy

Aline Samy
== Perfil == A modelo Bugrina, de 22 anos, 1,70m de altura e 52kg, esbanja saúde. Segundo ela mesma, adora comer chocolate e pizza, mas depois faz ginástica para não pesar a consciência.

DETAILS

6 Thumb it up Thumb it down

+ Add to my chicks

10484 Views

About

Birthday
1981-02-16
Nickname
Aline Samy
Birthname
Aline Samy
Sign
Aquarius
Hometown
Campinas São Paulo
Country
Brazil
Ethnicity
White
Height
5'5"
Weight
Add
Job
Reporter Modelo
Hobbies
Futebol
Assets
Add
Vices
Add
Tattoos
Add
Piercings
Add
Hair
Blond
Eyes
Add
Breast
36
Waist
25"
Hips
35"
Dress
Add
Legs
"
Shoes
Add

Aline Samy Perfil

A modelo Bugrina, de 22 anos, 1,70m de altura e 52kg, esbanja saúde. Segundo ela mesma, adora comer chocolate e pizza, mas depois faz ginástica para não pesar a consciência.

"Eu como de tudo, mas evito fritura (por causa da pele). Sou muito vaidosa, mas não me preocupo com minhas medidas. Olho no espelho e vejo se está bom. Limpo o meu rosto com vários produtos. Passo hidratante em todo o corpo: há um produto para cada parte do corpo. Também faço ginástica localizada, boxe, natação e musculação, tudo isso para não precisar parar de comer. Me acho cheia de defeitos. Olhos pequenos, nariz empinado. Sou perfeccionista no último", disse em entrevista ao site Terra. "Meus olhos são verdes, mas sabe que na praia ficam azuis?", comenta a bela.

Nascida em 16/2/1981 em Campinas, a aquariana é filha de um jornalista e desde pequena acompanha o Guarani. Ela se recorda de seus tempos de menina, quando assistia a uma partida atrás do gol com seu pai, no Brinco de Ouro. Por um momento de distração, acabou levando uma bolada no rosto, que a fez desmaiar. Mas o fato só aumentou seu amor pelo Guarani. Apesar de não ser alta (1,70m), ela prefere jogar basquete a futebol. "O Guarani tem um time feminino, mas não quis. Nunca gostei tanto assim. Prefiro torcer, ficar na arquibancada".

Já a vontade de brilhar nas passarelas e nos palcos é própria. Aos 11 anos, Aline freqüentou um curso de modelos em Campinas e, atualmente, estuda teatro. Em 1997, foi a primeira colocada em uma edição do concurso Dakota Elite Models. A decisão de entrar definitivamente no mundo fashion só ocorreu mesmo após participar da peça Tutti Frutti, juntamente com Paulo Vilhena e outros atores de Sandy & Junior.

Agora Aline planeja trabalhar como modelo até se tornar atriz. Para realizar esse sonho, a morena saiu há dois anos de Campinas e mudou-se para a capital paulista para ficar mais perto de seu mercado de trabalho, onde cursa teatro (adora fazer comédia). De todas as campanhas publicitárias que já participou, a de maior repercussão foi a do refrigerante Fanta, aquele que tem as quatro noivas representando cada sabor - no comercial, Aline era a laranja. "Todos me diziam que a Fanta Laranja era a mais gostosa", conta a modelo fotográfica.

A admiração de sua beleza não vem só pela parte masculina. A Bugrina já recebeu assédio também de mulheres. "Estava saindo de um teatro, passei por uma mulher muito bonita. Aí, ela virou para mim e me disse: 'gostosa'. Estava na frente de um hotel e um taxista viu e até fez uma careta de 'o mundo está perdido'. Eu achei graça e fiquei rindo. Acho até que ele ficou mais constrangido".

Quando ao "silicone", ela está indecisa. "Não tenho. Tenho vontade de colocar, mas é uma discussão, porque tem gente que fala que é preciso, outros não. Quando fiz o ensaio para a Trip, em setembro, falaram para não colocar, foi até uma exigência deles, porque eu queria colocar. Aí, o produtor Darcy Gomide, do Terra, também falou que não precisava, como o fotógrafo Paulo Mancini".

Fazendo trabalhos profissionais (já foram três ensaios sensuais para a revista Trip e On e para o site The Girl) e participações em programas da mídia, Aline tem pouco tempo para ficar em Campinas. Porém, sempre que tem um tempinho, vai aos jogos do Bugre, a grande paixão. A bela modelo é chefe da Fúria Feminina, núcleo feminino da maior torcida do interior do Brasil, a Fúria Independente.

"Às vezes tenho muitos testes ou vários trabalhos por dia. Ter uma vida regrada, como ir à academia e almoçar, jantar, tranqüilamente, na hora certa, nem pensar", reclama a modelo, especializada em fotos e comerciais. Este trabalho comercial tem suas vantagens segundo Samy. "Não é preciso ser tão magra, nem tão alta. É mais fácil entrar no meio televisivo e ganha-se mais".

"Quero terminar minha faculdade de publicidade na Puccamp. Se não pintar nada como atriz, vou trabalhar na área publicitária. Mas quero ficar na TV e no cinema, que prefiro ao teatro (que já fiz), trabalhando como atriz ou apresentadora", disse Aline.

Moda, teatro e esportes radicais também atraem-na. Acostumada a passar suas férias surfando em São Francisco do Sul/SC, Samy adora aventuras. É lá que vive sua família, mas o lado profissional anda privando-a um pouco do lazer.

Sua mãe, dona de agência de modelos em São José do Rio Preto, e seu pai, jornalista em Joinville, são do ramo da mídia e sempre apoiaram seu trabalho. Mas o maior "empurrão" veio da tia, por quem ela possui um carinho especial. "Desde o começo, minha tia (irmã da mãe) foi a pessoa que mais me incentivou, que me acompanhava nos testes e tudo mais".

Muito apegada à tia e à avó (descendente de italianos), com quem ela morava há 2 anos em Campinas e considera como uma mãe, Aline se diz organizada. "Sou muito chata com isso", diz. Ela diz não se achar sensual, mas "meio moleca, meio menininha".

Seu gosto nos homens é de causar estranheza à suas amigas. "Acho que eu olho o conjunto. Não tenho preferência por loiro, moreno, alto ou baixo. Minhas amigas até brincam comigo que eu gosto de um feinho. Mas acho que é o conjunto. Não gosto tampouco do tipo garanhão, sexy. Não gosto".

Para o ensaio para o site The Girl, ela afirmou que não ficou com vergonha, pois incorporou uma personagem. "A personagem, no caso, foi a menininha sexy. Eu consigo fazê-la".

Aline tem uma fobia um pouco estranha, e que a priva de um 'acampamento'. "Eu nunca acampei, sou meio chata, prefiro uma coisa mais confortável. Eu tenho vontade de fazer uma experiência. Tenho aracnofobia, então, acho que acampar não daria. Não iria dormir, achando que a aranha já estava dentro da barraca, não ia dar jeito. Deve ser coisa de vida passada, porque nunca fui picada. Minha mãe não se lembra de nada, nem minha tia, nem ninguém da família", conta.

Aos que gostariam de namorá-la, podem tirar "o cavalinho da chuva". Ela está namorando e pelo que tudo indica, muito apaixonada. Porém, um segredo ainda é mantido: com quem?

Mesmo assim, ela dá as dicas para conquistá-la: "Eu sou chata, odeio que me chamem de gostosa, detesto assobio, daquela cantada de rua. Eu acho agressivo. Eu gosto de algo mais sutil. Há horas e lugares para cantar uma mulher. No meio da rua, não... Como moro perto da Avenida Paulista, sofro com isso. Imagine passar na avenida ao meio-dia, quando só há homem na rua", anotou?

"Sou expansiva mas não fácil — essa fama espanta os caras. Pô, pode chegar, vem tomar uns foras!", disse a modelo, que também afirma: "Sou apimentada".

Aline Samy Carreira

A carreira de modelo de Aline Samy começou cedo. Aos 11 anos, seu sonho era ser paquita, e acabou entrando em um curso de modelo em Campinas. Com 16, já fazia uma campanha publicitária para o McDonald´s, promovendo sorvetes e sundaes. A sua história como modelo só começava.

Aline, 1,70 m de altura e 52 kg, ficou conhecida depois de fazer um comercial da Fanta, em que era a noiva "sabor laranja". No comercial, cada noiva representava um sabor. "Todo mundo me dizia que a laranja era a mais gostosa", brinca.

Ela já fez filmes publicitários também para o McDonald´s (três vezes), Bradesco, Artefacto, Adoçante Finn, Lojas Pernabucanas, Visa, C&A, Riachuelo, entre outros. Seu último comercial foi para a rede mundial de lanches. No filme, ela tem papel de destaque na última cena, quando 'fala': "Adorei fazer o comercial, principalmente porque tem fala, e isso é ótimo para mim", comemora a Bugrina. "Quase que não fiz porque não queriam modelo, já que o trabalho era típico de uma atriz. Mas deu certo!", afirma a modelo fotográfica.

Entre seus trabalhos editoriais estão as fotos de capa para as revistas Corpo a Corpo, Boa Forma e Trip. As revistas On, Nova Beleza, Dieta Já e Elle também já contaram com a beleza da campineira em suas páginas. A capa da Trip foi histórica, por ser tratar da primeira Trip com duas Trip Girls na capa. Entre seus mais recentes trabalhos está um ensaio sensual para o site The Girl, do portal Terra. Não foi a primeira vez que ela posou para fotos sensuais, fato que já havia ocorrido nas lentes dos fotógrafos da Trip e da On.

Sobre posar nua, Aline ainda se acanha. "Acho que não iria conseguir", disse. Além disso, ela prefere esperar ficar mais famosa para que o cachê seja maior.

Aline Samy on the Web

Aline Samy Buzz